Artigos

 

11.04.2011

Por uma nova relação com a China

Por Germano Rigotto


O estabelecimento de relações desiguais entre nações fez surgir o que a história chamou de neocolonialismo – que se estendeu do século IXX ao início do XX e contrapôs a Europa à Ásia e à África. Potências industrializadas exportavam seus produtos manufaturados aos países menos desenvolvidos. Em troca, importavam commodities e apropriavam-se de territórios alheios. ....


28.03.2011

A virada da China na questão energética

Por Germano Rigotto


A visão de longo alcance é um componente cultural comum aos povos orientais. Ao invés da tentativa de sucesso imediato, opta-se pela construção gradual com vistas para além do horizonte próximo. Portanto, é pensando nas próximas gerações que as decisões atuais são tomadas. Por trás da mansidão dos asiáticos, reside a convicção de que o ....


14.03.2011

O Brasil na contramão dos “carros verdes”

Por Germano Rigotto


Ao longo dos últimos anos, os argumentos ambientalistas saíram de pequenos grupos para alcançar a maior parte da população. Trata-se de um avanço notável, necessário e em plena expansão. O movimento teve o primeiro impulso no âmbito da sociedade civil – seja através da consciência individual ou da reunião de pessoas em defesa dessa bandeira ....


23.02.2011

Pelo fim dos remendos

Por Germano Rigotto


Quando ocupava a vice-presidência da República, José Alencar costumava afirmar que a reforma tributária era a única forma de evitar os remendos que vêm sendo feitos no sistema brasileiro. De fato, se a reforma não ocorrer, a população continuará refém de medidas tributárias esporádicas, desconexas e até contraditórias. E um país que se preze não ....


21.02.2011

Progresso e igualdade social andando juntos

Por Germano Rigotto


Historicamente, a desigualdade social sempre foi uma dinâmica indissociável à fotografia brasileira. Não se trata de um exagero. A mera observação empírica, mesmo destituída de qualquer rigor científico, gera essa sensação. Basta, para isso, passear pelas ruas de uma metrópole brasileira e verificar in loco a convivência da abundância com a escassez. Os levantamentos e....


14.02.2011

Desindustrialização: do risco à preocupante realidade

Por Germano Rigotto


Por trás da economia de todos os países desenvolvidos, há sempre um setor secundário robusto e em constante evolução. Assim ocorreu, historicamente, com os Estados Unidos, Japão, Alemanha e França. Nas últimas décadas, o mesmo se deu com a China. O paradigma inverso fornece outra lição – basta ver a recente crise financeira internacional: quando ....


7.02.2011

A educação por trás da potência

Por Germano Rigotto


A trajetória econômica bem-sucedida que a China vem alcançando nas últimas décadas tem como principal cerne uma equação simples e objetiva: quanto mais efetivo for o sistema educacional, maior será a solidez do crescimento. Tendo em vista os resultados do último Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa), o futuro reserva ao país asiático um ....


31.01.2011

Conselhão: contribuições a prestar

Por Germano Rigotto


Pude acompanhar de perto, no segundo mandato do presidente Lula, a bem-sucedida experiência do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES) – o chamado “Conselhão”. Um órgão que reúne líderes e representantes dos mais diferentes setores da sociedade, os quais, sem receber qualquer espécie de remuneração, discutem temas da vida pública nacional e formulam livres....


24.01.2011

Por uma reforma política possível – e imediata

Por Germano Rigotto


Mesmo considerados todos os avanços ocorridos desde a redemocratização – dentre os quais a garantia das liberdades civis e dos direitos sociais –, o sistema político brasileiro segue ultrapassado em alguns de seus fundamentos. Tais distorções são ainda mais evidentes em momentos pontuais, como na montagem dos governos. Ali, o fisiologismo já se tornou prática ....


23.01.2011

O desgaste das emendas individuais

Por Germano Rigotto


Usei a prerrogativa, enquanto deputado federal, de destinar emendas parlamentares individuais a obras que julgava prioritárias no Rio Grande do Sul. Muitas comunidades foram beneficiadas através dessas verbas que consegui viabilizar. Entretanto, já naquela época, percebia que esse instrumento dava margem a uma relação viciada entre o Palácio do Planalto e o Congresso Nacional.....