Panorama

 

13.11.2017

Venda de distribuidoras da Eletrobras

 

O governo estipulou o valor de R$ 50 mil para a venda de cada uma das seis distribuidoras de eletricidade hoje controladas pela Eletrobras. Antes da privatização, a Eletrobras terá ainda que ajudar a limpar o balanço das empresas, assumindo cerca de R$ 11 bilhões em dívidas. Serão privatizadas as distribuidoras de eletricidade que atendem os Estados de Roraima, Rondônia, Acre, Amazonas, Alagoas e Piauí. Essas empresas não tiveram interessados durante o processo de privatização do setor nos anos 1990 e foram transferidas à Eletrobras. Durante os últimos anos, elas têm sido fonte de prejuízo para a companhia. O valor de R$ 50 mil pelas concessões é simbólico, já que, de acordo com o governo, “a equação não busca maximizar o retorno orçamentário. É sobre redução na tarifa”.