Panorama

 

11.09.2017

Nova taxa do BNDES aumenta endividamento dos Estados

 

O endividamento dos Estados, já crítico, seria ainda maior caso estivesse em vigor a nova taxa de juros do BNDES, segundo levantamento do Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP). No conjunto, os governos estaduais assumiram uma dívida de quase R$ 37 bilhões com os financiamentos. Se tivessem sido concedidos com a nova taxa, a Taxa de Longo Prazo (TLP), os Estados deveriam R$ 44,5 bilhões — R$ 7,5 bilhões mais (alta de 20%).